Perfil vocal em pacientes com disfagia neurogênica

Lourenço, Maria de Fátima dos Santos; Santos, Simone Ferreira dos; Silva, Ana Paula Berberian Vieira da.

Fono atual; 8(33): 11-18, jul.-set. 2005.

Resumo

Objetivo: Identificar as manifestações vocais em sujeitos que apresentam disfagia. Métodos: Realizou-se análise de qualidade vocal por meio da escala RASAT e averiguou-se a presença ou ausência de voz úmida após a deglutição em dez indivíduos que apresentavam disfagia neurogênica, na faixa etária de 29 a 77 anos e submetidos a avaliação fonoaudiológica. Constituíram-se, também, como sujeitos da pesquisa seis fonoaudiólogos que responderam a um questionário com oito perguntas, uma aberta e sete fechadas, sobre a análise de características vocais de pacientes com disfagia neurogênica. Resultados: Constatou-se nos dez sujeitos prevalência da rouquidão, soprosidade e tensão na qualidade vocal e a voz úmida, após a deglutição, esteve presente em 50 por cento dos indivíduos. No levantamento de características vocais em pacientes com disfagia neurogênica, observadas pelas seis fonoaudiólogas, foram assinaladas em ordem decrescente: voz úmida, rouquidão e soprosidade. Conclusão: As manifestações vocais de pacientes com disfagia neurogênica mais observadas nesta pesquisa foram rouquidão, soprosidade, tensão e voz úmida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s